Beleza

Simone Gutierrez conta como emagreceu 42 kg sem deixar de comer o que gosta


A atriz Simone Gutierrez, conhecida por novelas como "Joia Rara" e "Alto Astral" tem chamado a atenção dos seguidores nas redes sociais pela boa forma. Ela mede 1,51m e já chegou a pesar 98kg. Agora, exibe uma barriga chapada e uma silhueta enxuta com 56 kg.

"Nunca tive problema com estética. Não estava infeliz, fui famosa gorda. E tem que ser feliz como você é. Mas a partir do momento que isso começou a agredir meu corpo e me fazer mal, eu tive de fazer alguma coisa", conta Simone em um papo com o IG.

Ela decidiu perder peso por uma questão de saúde, após descobrir cistos na tireóide em um exame de rotina. "A médica falou: ou opera ou emagrece. Para não ter de operar para tirar - e fiquei com medo disso afetar as minhas cordas vocais e dar algum problema - optei por emagrecer", conta a atriz.

Além do tratamento para o problema na tireóide, ela começou uma dieta, mas que nem tinha tanto cara de dieta assim. "Sou como criança, quando fala que não pode, aí que eu quero mesmo. Então se falava que não podia comer alguma coisa, aí que iria comer, e iria comer muito", lembra. A solução encontrada por Elaine Dias, endocrinologista que acompanha Simone, foi diminuir a quantidade de alimentos, mas sem fazer nenhuma restrição.

"Ela me disse: para não ter de deixar de comer o que gosta, você vai cortar tudo pela metade. Come dois pães, vai comer só um. Está saciada comendo só um, passa para meio. E vai incluindo mais coisas saudáveis na alimentação, como frutas, verduras", detalha Simone.

A endocrinologista explica melhor o método: "Dou liberdade para comer o que gosta para a pessoa seguir a dieta para sempre. Com uma dieta muito restritiva, você consegue seguir dois ou três meses. No quarto está frustrada, desiste e volta a engordar. A dieta deve ser prática, saudável para que consiga ser sustentada para a vida toda".

Nesse processo, Simone foi aos poucos reduzindo os excessos e trocando os alimentos poucos saudáveis por opções melhores. "Como de tudo, mas hoje eu não tomo uma lata de refrigerante. Tomo no máximo meia lata. Você cria outro tipo de paladar. Comecei a buscar algumas receitas lights", explica a atriz.

Ela diz ainda que a chave para o sucesso da dieta foi a falta de pressão. Geralmente, precisava emagrecer ou engordar para um papel. Agora, decidiu fazer isso pela saúde. "Como não tem a imposição, acaba tendo até curiosidade em experimentar outros alimentos. Eu tive essa curiosidade", comenta. "Foi completamente sem pressão e isso foi 80% do sucesso do emagrecimento. Não fica naquela paranoia."

"Com o tempo, o paciente se sente bem comendo de maneira saudável. De vez em quando, vai querer comer uma coisa calórica, aquela sobremesa maravilhosa. Não vou tirar esse prazer. Coma devagar, curta o momento, e volte para a rotina", fala a endocrinologista.

Simone estava acima do peso ideal. "98 kg era muito quilo para uma pessoa de 1,50m", como costuma brincar. E casos de sobrepeso devem ser tratados com seriedade. "Em alguns casos é necessário medicamento também. É importante encarar a obesidade como um problema crônico, que deve ser acompanhado e tratado a vida toda. Geralmente o acompanhamento médico é de seis em seis meses", afirma Elaine Dias.

Para conseguir o resultado desejado, Simone ainda precisaria de mais um fator fundamental: atividade física. "A Elaine me librou para comer de tudo um pouco, mas fez eu prometer que iria fazer exercícios todos os dias, pelo menos 1h30", diz a atriz, que também é bailarina e cantora. E ela garante seguir a risca essa orientação.

"Antes fazia as minhas aulas de dança, mais ou menos 3 vezes por semana. Mas quando comecei o processo de emagrecimento, sempre fui muito focada. Comprei uma estreia e um aparelho que simula subir escadas para não ter a descupla de 'não tive tempo de ir para academia'. Mudei a minha rotina de vida e faço exercícios de segunda a segunda. Óbvio que tem dias que a gente não está muito disposta e eu respeito meu organismo, mas tento fazer sempre".

"Fazer exercício para perder peso é importante, mas para manter é essencial. Com a atividade física, você melhora condicionamento físico, ganha músculo, ajuda na perda de gordura e melhora a qualidade de vida", detalha a endocrinologista.

A solução encontrada por Simone para seguir a regra dos exercícios, além dos aparelhos em casa, foi apostar em aplicativos fitness. "Meus horários são loucos e é difícil conciliar com academia ou até um personal. Pesquiso os exercícios, pego os aplicativos, boto na televisão e fico lá fazendo", diverte-se.

Mas vale um alerta: o ideal é sempre procurar um profissional antes de começar qualquer atividade física. "Faço 40 minutos de esteira, mais 20 de transporte e o resto do tempo um abdominal, exercício de braço. O fato de ser bailarina me ajudou muito porque eu tenho muita consciência corporal. Sei o que posso e que não posso fazer sozinha", comenta Simone.

Nesse processo, Simone já passou da meta estabelecida. Ela queria eliminar 40 kg, mas passou 2 e agora pesa 56kg. A fase atual é de manter o peso e ganhar massa muscular. E a dica para quem quer tambem mudar a silhueta é buscar o equilíbrio, sem pressa.

"Não foi um processo rápido, foi durante quase dois anos. Fui perdendo peso e ganhando massa muscular. Cheguei a ganhar 7 kg de massa muscular. Demorei para entender por que falavam que alguns alimentos eram ruins. E se quisesse comer chocolate, poderia comer um, não a caixa inteira".

Segundo a endocrinologista, o melhor caminho para a boa forma é a reeducação alimentar de forma contínua e não radical. "Não adianta ter só sofrimento. O paciente precisa abrir o coração, contar o que sente, para fazermos o melhor tratamento. Tem que personalizar, adequar à rotina. O fundamental é se cuidar, independente do horário que vá comer".

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.